Tipos de arquivos no Linux

No linux, um arquivo pode se subdividir em um dos seguinte stipos:

  • Arquivos Comuns
  • Diretórios
  • Links
  • Device Files
  • Sockets
  • Pipes

Ok, mas o que é cada um desses tipos? Abaixo segue uma breve explicação sobre eles:

 Arquivos Comuns: Este tipo de arquivos inclui arquivos de texto ASCII e não ASCII, arquivos de texto de comando também conhecidos como shell scripts e arquivos binários executáveis.

 Diretórios: São arquivos que contém os nomes de arquivos que estão armazenados ou organizados como um grupo. O agrupamento é arbitrário; você pode escolher a combinação desejada. Também pode alterar o agrupamento a qualquer momento.

 Links: É um arquivo que faz referência a outro arquivo ou diretório dentro do sistema dearquivos. Isso permite a um arquivo ou diretório estar em dois ou mais lugares ao mesmo tempo, na sua localização original e no lugar referenciado pelo arquivo de link.

Os arquivos de link podem ser de dois tipos: Diretos (Hard Links) ou Simbólicos (Soft Links). Os links diretos criam novos nomes para um arquivo, associando dois ou mais nomes de arquivo a um mesmo inode, e não podem ser visualizados. Os links simbólicos são arquivos que fazem referência ao arquivo original, contendo o caminho completo da arvore de diretórios até este e podem ser visualizados com o comando ls -F ou ls -l. Ambos os tipos de links são criados pelo comando ln.

 Device Files (arquivos de dispositivos): São arquivos utilizados para representar dispositivos de hardware do computador. No UNIX e também no Linux tudo é um arquivo, seja um conjunto de dados, seja um arquivo de dispositivo representando um periférico do computador ( como um HD, um CD, drive, impressora, etc) ou o kernel do sistema operacional em si. Por exemplo: /dev/hda, /dev/hdc, /dev/fd0.. Os arquivos de dispositivo podem ser de dois tipos: de caractere ou bloco. Os dispositivos de caractere são acessados sequencialmente, um byte por vez; uma porta paralela ou serial é um dispositivo de caractere. Os dispositivos de bloco são acessados em bloco de bytes (1024 bytes por acesso); um disco rígido é um dispositivo de bloco.

 Sockets: São arquivos utilizados para comunicação entre processos, até mesmo para processos rodando em diferentes máquinas conectadas a uma rede de computadores.

 Pipes: São arquivos também utilizados para intercomunicação entre processos e residem também sob o diretório /dev.

Referência: Linux - Guia do Administrador do Sistema do autor Rubem E. Ferreira (2ªEdição)